Início » A arte de usar storytelling no email marketing

A arte de usar storytelling no email marketing

O storytelling pode ser um grande diferencial nas campanhas de email marketing.

Você já ouviu falar na expressão “vender sem vender”? Isso acontece quando o argumento de vendas deixa de ser frio para se tornar humanizado.

As pessoas ficam mais receptivas a ouvir o que está sendo dito quando a humanização faz parte do contexto. E uma boa narrativa tem o poder de fazer isso acontecer.

O storytelling é envolvente porque conecta pessoas com pessoas, e não pessoas com produtos.

Lembre-se de um ótimo filme que você tenha assistido. Em algum momento você se deu conta de que se tratava de uma história encenada por atores? Se não, você experienciou a estratégia do “vender sem vender” como espectador do filme.

E é assim, conquistando as pessoas pelo coração, que o storytelling faz as campanhas de email marketing ficarem cada vez mais atraentes.

Vale lembrar que atrair o público é uma especialidade do Inbound Marketing, que se subdivide em quatro grandes fases: atração, conversão, fechamento e encantamento. E o storytelling pode ser aplicado com sucesso em todas elas.

Impossível não considerar o poder dessa ferramenta como estratégia de campanha, não é mesmo?

Vamos ver a seguir como utilizar os recursos do storytelling para transformar um simples argumento de vendas em uma comunicação envolvente.

O protagonista da história

Sua persona está no centro da sua história, certo? Partindo dessa premissa, saber qual é a dor do público é fundamental para criar uma comunicação apropriada com ele.

Lembre-se que o storytelling tem o papel de conectar pessoas com pessoas. Assim, o email deixa de ser email para se tornar um canal de conexão entre você e seu público.

A ideia é criar uma narrativa que simbolize as necessidades da persona. Dessa forma, você cria uma conexão sólida por meio da representatividade.

As pessoas se sentem acolhidas quando são representadas e introduzir esse conceito no storytelling atrai o público à conversão.

Como estruturar o storytelling nas mensagens

A Jornada do Herói é a técnica mais utilizada para fazer storytelling. Isso acontece porque as fases descritas nesse método concentram elementos psíquicos de esforço em superar desafios e reconhecimento desse esforço, inerentes a todo ser humano.

Algumas das histórias mais contadas (e amadas) do mundo seguem o arquétipo da Jornada do Herói: O Senhor dos Anéis, O Rei Leão, O Mágico de Oz, Harry Potter, Matrix e por aí vai.

A estrutura dessa técnica, apresentada por Joseph Campbell em seu livro “O Herói das Mil Faces”, se subdivide em 12 estágios. Porém, não é preciso aplicar todos em sua campanha de email marketing.

Utilize o storytelling nas suas campanhas com base nos seguintes passos:

  • Fase 1: o herói da história (que é o seu público) tem uma dor que precisa ser sanada.
  • Fase 2: o protagonista se encontra com um mentor (que é você). Este guia tem o papel de ajudá-lo a tomar decisões sábias em sua jornada.
  • Fase 3: o herói, estimulado pelo mentor, aceita passar por desafios para solucionar aquilo que o aflige.
  • Fase 4: o protagonista volta para casa vitorioso e transformado (a persona se sente satisfeita com a experiência e recomenda sua marca aos seus contatos).

Exemplos práticos para o seu email marketing

Veja agora como o storytelling pode ser vinculado ao Inbound, resultando em uma comunicação totalmente humanizada:

  • Atração: sua narrativa expõe o problema do público, que se identifica com sua comunicação.
  • Conversão: você mostra o caminho para sanar a dor da persona.
  • Fechamento: o público se interessa pelo que você fala e supera o desafio de confiar em você.
  • Encantamento: a persona se sente satisfeita e transformada ao longo da jornada com sua marca.

Você percebeu como o storytelling e o Inbound se complementam?

Se você construir uma narrativa de email marketing baseada nesses princípios, a possibilidade de conversão é ampliada.

Conclusão

Uma pessoa conta uma história envolvendo uma experiência positiva com uma marca.

A mesma marca faz um post patrocinado em uma rede social.

Qual deles tem maior poder de convencimento?

Humanizar a comunicação estimula a conexão com o público. As histórias convertem mais porque criam representatividade.

Um email pode ser muito mais que um email através de uma boa narrativa. Considere usar o storytelling em suas estratégias de email marketing e colha os frutos!