Início » Email teste: o segredo das campanhas bem sucedidas
Email teste: o que é e como aplicá-lo nas suas campanhas

Email teste: o segredo das campanhas bem sucedidas

Email teste é um recurso vital para o sucesso de uma campanha de email marketing. Através dele, as preferências de quem recebe as mensagens vêm à tona, garantindo a elaboração de estratégias assertivas no plano de comunicação.

Testar o email marketing traz muitos benefícios: aumenta a qualidade da comunicação; eleva as taxas de abertura; gera insights; complementa o planejamento e por aí vai.

Essa é uma das melhores formas de se conhecer os leads e os motivos que os levam à decisão de compra.

Mas antes de planejar todas as etapas do seu email teste, é preciso entender como ele funciona. Continue acompanhando para saber mais!

Aplicação do teste A/B

O teste A/B é uma ferramenta de aproximação com o público. Com ele, é possível analisar o comportamento das pessoas com relação àquilo que está sendo comunicado e, a partir daí, adequar a campanha inserindo informações pertinentes e/ou retirando os excessos.

Veja como aplicá-lo:

  • Separe uma amostra da sua lista de emails (30% dos seus contatos, por exemplo).
  • Selecione a variante a ser testada (linha de assunto do email, CTA etc).

Envie uma versão do elemento de teste para 50% da amostra e outra versão para os 50% de emails restantes.

  • A alternativa que tiver mais aberturas será a opção preferida do público.

Com o resultado do email teste em mãos, você pode enviar sua campanha com base em insights gerados pelo próprio público. Dessa forma fica mais fácil acertar, não?

Vale lembrar que os profissionais só conseguem alcançar os efeitos positivos do teste A/B se suas bases estiverem devidamente verificadas e livres de bounces.

Em outras palavras, de nada adianta aplicar teste A/B em uma lista de emails inválidos.

E por falar nisso, você sabe como construir listas de emails saudáveis? Assista ao nosso webinar para saber como uma base bem construída pode aumentar o potencial do seu email marketing!

Planejando o email teste

Em primeiro lugar, é preciso definir o objetivo da sua campanha de email marketing. Você pretende alavancar as vendas, converter para algum link? Gerar leads?

O planejamento do email teste vem em seguida, e vai variar segundo os objetivos definidos.

Por exemplo: se você pretende enviar um email de vendas, testar os elementos diretamente ligados à taxa de cliques e de conversão é o mais indicado.

Vale lembrar que taxa de cliques é diferente de taxa de conversão. A primeira sinaliza o nível de engajamento do público, e a segunda indica quantas pessoas clicaram em uma ação específica.

Assim você saberá, por exemplo, qual cor atrai mais a atenção do consumidor e uma série de outros detalhes que juntos, vão formar um approach eficaz.

Confira a seguir, como testar a copy e o design da sua campanha.

O que deve ser avaliado no copywriting

No cabeçalho do email, a linha de assunto e o preheader são cruciais para que o consumidor abra a mensagem. Por isso, esses itens devem ser testados sempre, independentemente do tipo de comunicação a ser compartilhada (emails promocionais, transacionais ou institucionais).

É importante ressaltar que as linhas de assunto são espaços que permitem uma maior variedade de testes, tais como a existência ou não de emoticons; inserção do nome do destinatário/remetente; caixa alta e baixa; pergunta e afirmação.

Na parte interna da mensagem, a chamada da comunicação deve induzir o leitor até o CTA, que deve ser persuasivo o suficiente para gerar altas taxas de conversão.

O texto interno (miolo da mensagem) deve garantir que o conteúdo esteja claro, e que se mantenha em consonância com os objetivos de comunicação.

O que deve ser avaliado no design

Na parte interna do email, a diagramação deve ser coerente com o tom de voz da sua marca. Seu público é conservador? A disposição dos elementos deve seguir uma linha mais tradicional.

Você está se comunicando com um público jovem e antenado? O esquema gráfico deve ser mais arrojado e por aí vai. Atente-se para um design coerente com o comportamento da persona.

Ainda sobre diagramação, os textos devem ser escaneáveis, ou seja, facilmente identificáveis pelos títulos e subtítulos. Isso deve ser mais observado nos emails informativos (newsletters), que contêm uma quantidade maior de textos.

Com relação às cores, é preciso estar atento aos contrastes entre o fundo da peça e os CTAs. Os botões de conversão devem ter cores que chamem a atenção do usuário.

Use automação para enviar email teste

Quem trabalha com grandes listas tem que ter a assessoria de uma plataforma de disparo de emails.

Isso porque fica inviável trabalhar com milhares de destinatários sem um serviço de automação para enviar as mensagens.

Da mesma forma, fica impraticável enviar email teste para a amostra de uma lista que tem milhares de endereços.

Por isso, para quem trabalha com campanhas de email marketing, a automação é a única (e melhor) alternativa para a realização de um bom teste A/B.

Falando em automação, sabia que a SafetyMails verifica até 2 milhões de emails automaticamente? Abra sua conta gratuitamente e experimente a plataforma!

Você trabalha com formulários de cadastro online? Proteja suas listas com a nossa API de verificação em tempo real.

Como ver os resultados do email teste

Agora que você viu a importância de enviar email teste e como aplicá-lo em suas campanhas, entenda como contemplar seus resultados.

A primeira coisa a considerar é o tempo de duração do teste. Os resultados de 30 minutos após o envio serão diferentes dos resultados de 3 horas, por exemplo.

Tudo depende do tamanho da sua amostra. Quanto menor for a quantidade de destinatários do teste, menor deve ser o tempo de duração, e vice-versa.

Utilize apenas uma métrica por variável. Por exemplo: se você deseja analisar o texto interno da mensagem (miolo), considere apenas a taxa de cliques. A utilização de mais de uma métrica pode causar confusão.

É importante também estabelecer um percentual de sucesso para cada variável a ser analisada. Por exemplo: você deseja que haja 15% de cliques no miolo do email. O número de cliques atingiu esse ideal?

Assim como a aplicação do teste é fácil, a visualização dos resultados também é simples. E com o recurso da automação, você tem acesso aos melhores resultados sem precisar fazer comparativos manualmente.

FAQ

Qual é a diferença entre email teste e teste A/B?

As duas denominações são a mesma coisa. Em outras palavras, significa ter acesso às preferências do público antes de enviar uma campanha de email marketing.

Como aplicar um email teste?

Uma amostra da lista de emails deve ser separada. Ao definir os elementos que serão testados, deve-se enviar uma versão para 50% dos contatos, e outra versão para o restante da amostra. O resultado do teste será a variável que atingir o percentual de sucesso preestabelecido.

O que deve ser avaliado em um teste A/B?

Linha de assunto, preheader, texto interno, CTA, diagramação e cores.

Por que a automação é importante?

A manipulação de grandes listas de emails exige a assessoria de um serviço mecânico. Por isso, a automação de marketing gera fluxos de envio de mensagens, aplicação de testes A/B, entre outras funcionalidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.