Home » Como enviar emails de vendas personalizados
Como enviar emails personalizados e que vendem

Como enviar emails de vendas personalizados

Saber como enviar emails personalizados já é um diferencial que cativa o destinatário. E as melhores estratégias de vendas estão atreladas à personalização.

Segundo dados da Accenture, 91% dos consumidores tendem a comprar de marcas que oferecem recomendações que sejam relevantes para eles.

Isso significa que entender a melhor forma de como enviar emails que falem diretamente com o destinatário leva a mais possibilidade de vendas.

Em outras palavras, tudo começa com personalização, que nada mais é que um esforço em construir relações.

Esse é o tema do webinar ministrado pela nossa convidada, Mariana Doblas, email marketing specialist da Personare.com. Assista e aproveite as dicas!

Personalizar a comunicação é criar relações com o lead

Já deu para perceber que primeiro vem a personalização e depois, as vendas, não é mesmo?

E adquirir um domínio exclusivo é o primeiro passo para fazer com que o lead ouça o que você tem a dizer através de emails personalizados.

Isso porque o conteúdo que você vai compartilhar com o público é a chave para criar conexão. E para isso acontecer, credibilidade é fundamental.

A seguir, veremos como personalizar a sua comunicação com o objetivo de qualificar o lead para a venda.

Como enviar emails únicos e cativantes

Existe uma série de elementos para criar emails personalizados, levando-se em consideração que a customização não se resume somente à inclusão do nome do destinatário na linha de assunto.

A personalização exige a segmentação do público, o que permite que os profissionais conheçam mais e melhor os hábitos e comportamentos de compra dos leads.

Assim, é possível que os emails enviados respondam às necessidades dos consumidores, sinalizando que seu conteúdo está customizado da forma correta. Em outras palavras, a segmentação torna sua mensagem apta a conversar diretamente com o público.

Mas há um detalhe que pode impedir o sucesso da sua comunicação com o cliente: emails inválidos na sua lista de contatos.

Continue acompanhando para entender melhor como um email se torna inválido.

O que são emails inválidos

Você construiu sua lista de contatos, porém, há uma grande quantidade de emails com erros de digitação, ou que foram abandonados há mais de 3 meses, ou ainda, descartáveis (que expiram após um período de tempo, tornando-se inexistentes).

Todos esses contatos, dentre outros tipos de emails ruins, são considerados inválidos, visto que não é possível que você se comunique com eles.

A verificação de emails retira das listas todos os emails inválidos, de risco e bounces (mensagens que não puderam ser entregues, por motivos diversos).

Assim, as bases ficam limpas, contendo apenas emails aptos a receberem comunicações, e por isso mesmo, válidos.

Agora sim, com uma base de contatos limpa, podemos falar sobre como enviar emails personalizados!

Como personalizar a comunicação

Um email (e outras peças de comunicação) podem ser personalizados de diversas formas. Mas para que isso ocorra, é preciso que você conheça seu público. Veja, nos passos abaixo, as formas mais seguras de fazer isso.

Segmentação: utilize uma plataforma de automação para organizar seus leads de acordo com suas prioridades, comportamento de compra, localização geográfica, idade e qualquer outro dado que faça sentido para sua estratégia de marketing.

Faça testes A/B: saiba quais são as preferências do seu lead e elabore conteúdos de conexão com eles. Teste desde argumentos de texto até cores e formatos dos elementos visuais dos emails. É isso que vai aproximar a sua comunicação com as necessidades do consumidor.

Crie sua persona: tanto a segmentação de público quanto os testes A/B servirão de filtros para criar a representação ideal do seu cliente, revelando sua mentalidade, anseios e dores. A partir daí, você já pode ligar seu produto/ serviço a uma solução.

Acompanhe as KPIs: fique de olho nos resultados das campanhas. É aí que a receptividade da persona será confirmada. A partir do desempenho das campanhas, você poderá aprimorar seus conteúdos para promoverem ainda mais conexão e proximidade com os destinatários.

Como enviar emails de vendas

As vendas só vão acontecer quando o lead chegar à fase do fundo do funil. Isso significa que a persona deve passar por todos os estágios da jornada do comprador, recebendo conteúdos de nutrição.

Para nutrir o lead que está recebendo comunicações personalizadas, a sugestão é a criação de um fluxograma de emails personalizados, através de uma campanha de marketing direto.

Eamils de vendas podem ser:

  • 100% digitais — produto/ serviço e preço, com CTA levando para a página de checkout.
  • Consultivos, com produto/ serviço e presença de um consultor, que tem a função de auxiliar os leads esclarecendo dúvidas e apresentando soluções.

Emails de vendas consultivas são mais humanizados, porém, isso não significa que sejam os mais apropriados para a sua persona.

Por isso, é tão importante que se conheça as características comportamentais do consumidor. É ele quem vai decidir qual é o canal mais adequado para receber as informações que necessita.

Como enviar emails personalizados que vendem: conclusão

É possível realizar vendas sem um trabalho de personalização? Sim, porém, os resultados serão bem menores do que se houver um esforço em conhecer a persona e suas necessidades.

Assim, a personalização impulsiona as vendas, proporcionando um trabalho mais completo, que pode ser utilizado, inclusive, na criação de um relacionamento duradouro com o lead.

FAQ

Por que a personalização é tão importante para as estratégias de vendas?

A personalização foi criada para que o público se identifique com a comunicação. E a aproximação do lead com o produto/ serviço favorece a decisão de compra. Isso facilita o trabalho das equipes de vendas, que despendem menos esforço para persuadir os leads.

Quais são as formas de personalizar a comunicação com os leads?

A segmentação é o primeiro passo para organizar os leads de acordo com elementos que os identifiquem em grupos. Após essa identificação, os testes A/B são determinantes para que se conheça o comportamento do consumidor mais a fundo, com suas preferências e hábitos de compra. Daí, a criação da persona pode ser feita, com a representação do cliente e de suas dores. Após todos esses estágios, deve-se acompanhar as KPIs para saber o que surtiu efeito e o que não teve boa receptividade para então, aprimorar a comunicação.

Quais são os tipos de emails de vendas?

Os emails de vendas podem ser inteiramente digitais, com produto, preço e página de checkout, ou consultivos, com a presença de um profissional de vendas para auxiliar o lead na busca de soluções.